sexta-feira, 26 de novembro de 2010

BALEIAS ASSASSINAS - REFLEXÕES DE UM HOMEM ÍNTEGRO

Postado por: Edson Araújo às 20:26 Comente

Leitura: Gênesis 4.1-16
Quando estavam lá, Caim atacou seu irmão Abel e o matou. Gênesis 4.8

BALEIAS ASSASSINAS

A água gelada bateu contra o meu rosto. A agua que a baleia assassina tinha esparramado de seu tanque chegou a alcançar a 14ª fileira de assentos! Conforme eu me secava, sentia-me maravilhado diante do relacionamento que os treinadores humanos haviam desenvolvido com cada uma das baleias. A alegria de trabalhar juntos estava gravada no semblante de todos eles.
Quando saí, ao fim da apresentação, notei que havia uma baleia, a maior de todas, sozinha em um tanque próprio, atrás do local do show. Mais tarde, fiquei sabendo que aquela baleia repentinamente se voltara contra seu treinador e o matara. Tentei imaginar o que teria provocado a mudança naquele relacionamento tão maravilhoso e apaixonado que eu acabara de testemunhar entre os treinadores e os animais, gerando aquela morte.
Como seres humanos, sentimos essa mudança súbita de uma natureza para a outra dentro de nós todos os dias. Surge do nada, como se sofrêssemos uma emboscada repentina. Em determinado momento, somos pessoas sãs, civilizadas, exemplos cristãos de humanidade. No instante seguinte, nos tornamos iguais a animais selvagens, violentos, às vezes por causa de um acontecimento dos mais triviais.
A sociedade nos diz que não há problema nenhum em sermos um pouco malvado. No entanto, a linha que divide o bem e o mal, que separa a caminhada do Espírito da caminhada da carne, é muito tênue. Podemos cooperar com Deus em harmonia em um momento, e no seguinte traí-lo.
Bruce  Hennigan, God's Man [Homem de Deus]

REFLEXÕES DE UM HOMEM ÍNTEGRO
A raiva é uma energia que brota de dentro de nós quando somos magoados ou nos sentimos frustrados. Não existe nada de errado em sentir raiva, mas ela se torna um pecado quando permitimos que tome conta de nós e fuja de nosso controle, como aconteceu com Caim. Há duas maneiras destrutivas e duas maneiras construtivas de lidar com a raiva. Em seu aspecto destrutivo, ela pode nos fazer explodir ou implodir. No primeiro caso, voltamos toda a nossa fúria reprimida contra alguém, despejando-a sobre essa pessoa sem nenhuma piedade. Já a implosão ocorre quando direcionamos nossa raiva para dentro de nós mesmos e a armazenamos. Com o tempo, nos tornamos pessoas deprimidas ou fisicamente enfermas.
Como homens íntegros, podemos nos dar com a raiva de uma maneira sábia e construtiva, concentrando nossa energia no problema em so e usando a ira para buscar soluções criativas. Ou então, podemos simplesmente encontrar formas de descarregá-las em algum ambiente privado, de modo que ninguém se magoe. Em ambos os tipos de abordagem, somos orientados a levar nossas mágoas, nossas frustrações e nossos ressentimentos à presença de Deus em oração.
O jeito de Caim lidar com a raiva foi permitir que ela o consumisse por inteiro, mas as Escrituras nos levam a proceder de uma maneira bem melhor: "Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apazigúem a sua ira antes que o sol se ponha..." (Ef 4.26).


CONTROLE-SE! A RAIVA É APENAS UMA BREVE 
MENSAGEM TEMPERADA COM PERIGO.
Autor Desconhecido

Ninguém comentou :(

Postar um comentário

EM CASO DE DÚVIDAS:
- Seu comentário de preferência precisa ser relacionado com o assunto do post;
- Link quebrado ou algo assim, POR FAVOR avise o mais rapido possivel para que possamos corrigir;
- Cuidado com as palavras, não use palavrões e nem palavras que venham a ofender alguém. Comentários desse gênero não serão publicados;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- Com as suas dúvidas exclaressidas... opine, discuta, verbalize, interaja;

QUE A GRAÇA E A PAZ DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO ESTEJA COM TODOS VOCÊS!

VOLTE SEMPRE!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p