domingo, 18 de dezembro de 2011

Escola adventista que cobra dízimo de seus funcionários é notificada pelo MP do Trabalho

Postado por: Edson Araújo às 15:24 Comente

Para a procuradora do Ministério Público do Trabalho tal desconto não legalmente autorizado

Escola adventista que cobra dízimo de seus funcionários é notificada pelo MP do Trabalho
O Ministério Público do Trabalho conseguiu acordar com a Escola Adventista, presente nos estados de  Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e de Goiás, a não mais descontar os 10% dos salários de seus funcionários.
Caso a empresa não deixasse de cobrar o dízimo da folha de pagamento dos seus mais de 3 mil funcionários ela passaria a pagar multas. Algumas unidades escolares estavam sendo descontadas há mais de um ano.
O caso foi denunciado em Araguaína (TO) e a unidade escolar daquela cidade acordou em não mais cobrar a contribuição.   “O processo veio para que pudéssemos ajustar isso nacionalmente, para que todas as unidades da escola fossem obrigadas a se adequar à lei”, disse a procuradora do Trabalho da 10ª Região Valesca Monte.
A procurada se firmou na legislação que impede que o empregador faça qualquer desconto no salário se não os já regulamentados por leis específicas, a menos que seja a título de adiantamentos. O empregador também pode descontar se o funcionário desejar participar do programa odontológico, médico e etc. “O dízimo não está previsto em nenhuma dessas hipóteses. O desconto é ilegal”, afirmou Valesca.
Na versão da escola o dízimo passou a ser cobrado a pedido dos próprios funcionários que são membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia. “O desconto não era feito de todos, nem mesmo da metade. Até porque, nas nossas escolas, a maioria dos funcionários não é adventista. O dinheiro ia diretamente para as igrejas”, disse Denison Lehr Unglaub, advogado da escola.
Com informações Correio Braziliense

Ninguém comentou :(

Postar um comentário

EM CASO DE DÚVIDAS:
- Seu comentário de preferência precisa ser relacionado com o assunto do post;
- Link quebrado ou algo assim, POR FAVOR avise o mais rapido possivel para que possamos corrigir;
- Cuidado com as palavras, não use palavrões e nem palavras que venham a ofender alguém. Comentários desse gênero não serão publicados;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- Com as suas dúvidas exclaressidas... opine, discuta, verbalize, interaja;

QUE A GRAÇA E A PAZ DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO ESTEJA COM TODOS VOCÊS!

VOLTE SEMPRE!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p