terça-feira, 19 de abril de 2011

Perseguição: Autoridades chinesas prendem pastor em Pequim

Postado por: Edson Araújo às 08:39 Comente

O governo pediu para os membros das igrejas não registradas sejam expulsos de suas casas
Perseguição: Autoridades chinesas prendem pastor em Pequim
No último sábado, 16, a polícia prendeu o pastor de uma das maiores igrejas não registradas em Pequim, Jin Tianming, que fundou a Igreja Shouwang na década de 1990 e colocou muitos congregados sob prisão domiciliar por tentarem realizar um culto ao ar livre.
De acordo com um grupo e direitos humanos centrado na luta pela liberdade religiosa na China, na semana passada ele e centenas de membros da igreja foram presos e depois liberados quando tentaram realizar o culto de adoração de domingo em um local ao ar livre.
Líderes da Igreja Shouwang têm repetidamente afirmado que a reunião ao ar livre é politicamente motivada. Eles afirmam que os seus membros são forçados a adorar ao ar livre porque o governo chinês impediu senhorios de cederem qualquer espaço para igrejas.
“Pedimos ao governo chinês para exercer moderação e se abster de recorrer à violência que contribui para a escalada do conflito com os pacíficos adoradores de Shouwang, que não pedem nada mais do que simplesmente exercer o seu direito à liberdade religiosa”, disse o fundador presidente da China Aid, Bob Fu.

Na China, as igrejas protestantes devem se registrar na Tríplice Autonomia do Movimento Patriótico, que supervisiona as igrejas e o Conselho Cristão da China para operar legalmente. Este, no entanto, é um órgão do governo que coloca a submissão à autoridade do Estado no mesmo nível (se não superior) a submissão à autoridade de Cristo. Por isso, muitas igrejas se recusam a se registrarem. Eles argumentam: “Cristo é o cabeça da igreja, não o governo”. Também há um temor de que a regulação do governo controle o conteúdo do sermão, caso a igreja se registre.
Elder Fu Xianwei de Xangai, presidente da Tríplice Autonomia do Movimento Patriótico, relata que na China há mais de 23 milhões de cristãos protestantes, incluindo os crentes não-registrados.
Shouwang, uma das maiores igrejas não registradas em Pequim, provavelmente enfrentará uma pressão especialmente severa do governo chinês, pois o incidente recebeu muita atenção da mídia internacional e as autoridades mundiais estão retratando o fato de forma negativa para a China.
Além de deter o pastor sênior Jin Tianming, as autoridades também estão pressionando os senhorios a expulsarem os membros das igrejas de suas casas, e prenderam outro pastor, Li Xiaobai, e sua esposa.
No momento, o paradeiro do pastor Jin Tianming é desconhecido.
Segundo a CAA, mais de uma dezena de igrejas “clandestinas” para o governo em Pequim se uniram para emitir uma declaração de apoio à igreja Shouwang e abriram uma vigília de oração semanal pela congregação e os seus líderes.

Fonte: Gospel Prime
Com informações CPAD News

Ninguém comentou :(

Postar um comentário

EM CASO DE DÚVIDAS:
- Seu comentário de preferência precisa ser relacionado com o assunto do post;
- Link quebrado ou algo assim, POR FAVOR avise o mais rapido possivel para que possamos corrigir;
- Cuidado com as palavras, não use palavrões e nem palavras que venham a ofender alguém. Comentários desse gênero não serão publicados;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- Com as suas dúvidas exclaressidas... opine, discuta, verbalize, interaja;

QUE A GRAÇA E A PAZ DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO ESTEJA COM TODOS VOCÊS!

VOLTE SEMPRE!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p